terça-feira, 24 de novembro de 2009

um simples vestibular...


Tinha chego o dia do tão esperado vestibular...acho que nunca vi tantos jovens entre 18 e 22 anos no metrô ao mesmo tempo!!No meio deles,havia uma moça com um bebezinho no colo,olhei pra ele e ele sorriu pra mim..sorri de volta e pensei em como a vida é engraçada:um dia daqui uns 20 anos,aquele menininho pode estar ancioso como eu,se perguntando como será quando ele passar na faculdade...
Eu estava calma!acho que passei por tantos testes,provas e etc que já estou anestesiada pra essas coisas...Percebi qual era o prédio em que seria minha prova pela quantidade de pessoas sentadas no chão com cadernos e livros abertos.Na porta da faculdade haviam representantes de cursinhos faculdades e tudo o mais entregando guias com questões resolvidas,réguas,barrinhas de cereal,balas,água e muuuito papel de propaganda de outras faculdades,como em uma mensagem subliminar dizendo "se você ñ passar aqui,venha pra nossa universidade.ñ é de graça mas é baratinho!"
Abriram o portão,subi as escadas,entrei na sala e procurei meu lugar.Estavá lá,um papelzinho colado numa carteira (que era tão alta que eu até balançava os pés quando sentei) escrito "Lidia de Jesus Santana-sala 33,lugar 14","que chique,carteira reservada,tô virando gente!" pensei...vai ñ vai e a fiscal finalmente entrega a prova.fácil!minhas únicas complicações foram em física (maldita física!) e matemática,de resto,foi d boa na lagoa,sussa na montanha russa!Sempre quando faço qualquer prova,inicio a lápis,depois passo a caneta.Foi isso que fiz,até porque a prova que fosse entregue a lápis seria anulada...quando estou terminando de passar a redação a limpo,a fiscal diz "pessoal,fechem os cadernos,cruzem os braços e esperem eu recolher a prova." Poxa,só faltava a redação pra passar limpo e ela que valia mais...tive que entregar a lápis msm...ou seja,ela será anulada...acho que a fiscal percebeu minha angústia,pq ela me olhou nos olhos quando pegou minha prova... "Não é justo!4 horas em vão,tanto estudo em vão!" Estava inconformada...

Ao fim da prova,no portão de saída,haviam muitos pais e amigos esperando os vestibulandos do lado de fora,dando apoio...como eu queria que alguém estivesse lá comigo,mas eu ñ tinha ninguém e ninguém podia ir...mamãe iria,mas ela ñ pode mais..entrei no ônibus de volta pra casa e sentei-me à janela,pensei em como seria quando eu chegasse em casa,e pensei que se mamãe estivesse aqui,ela daria uma festa,me abraçaria,estaria anciosa,fazendo perguntas sem parar e,mesmo que eu eu ñ passasse,ela estaria orgulhosa de mim por ter tentado...Queira ou não,consciente ou inconscientemente,acho fazemos cada coisa no nosso simples dia a dia querendo mostrar pra alguém,querendo que alguém note,que alguém sinta orgulho de nós...pensei em como seria daqui a quatro anos quando eu me formasse,em como ela estaria sentada na platéia,com aquele sorriso de orelha a orelha que só ela tinha,dando aquela risada que era só dela e como ela estaria orgulhosa de mim...Meus olhos se encheram de água...

5 comentários:

Dayane disse...

Não fique assim Lídia!Tenho certeza que vc foi bem nessa prova e se Deus quiser,sua redação não será anulada!Estou torcendo muito por vc!Vc terá um futuro brilhante,pois é isso que vc merece!Sua mãe está orgulhosa de vc sim!E vc pode ter certeza que a vontade dela seria estar do seu lado nesse momento!Parab´nes,siga em frente e netregue td nas mãos de Deus!
Dayane.

Lucas "AlephDeath" J. Santana disse...

É,sei bem o que significa essa sensação...Compartilho-a.Vivo pensando(apesar de algumas vezes não demonstrar),em como minha mãe teria orgulho de minha namorada nova,de meu emprego novo,de meus textos.Dói demais...Pensando por essa perspectiva,e somando-se as decepções,fica difícil não achar a vida trágica,e acabar como uma Virginia Woolf.Ora!Os liames que havia descrito naquela conversa conversa com vc,sobre minha ex,sobre nós,a vida,vão bem além:seu substrato para com ela,vai além da pedagogia,como resultado da convivência com os três seres pertubados que foram nossor pais e eu em sua vida:como uma personagem do livro que a Day me deu,o fio sutilmente se delinia,tornando-a uma espécie de extensão,ainda que inconsciente dela... .Mas lembre-se q apesar de td,e de minhas lacunas,tb te amo.Vc é mto + ft q eu.bjs

meus instantes e momentos disse...

lindo texto.
Muito bom vir aqui.
Tenha um ótimo dia.
Maurizio

Garota B digital disse...

Puxa, passarei por isso esse ano.

Me abraça? disse...

So good luck! ;)

Estude muito e vai passar,dependendo do q escolher,claro!

Abraço e boa sorte!