sábado, 15 de setembro de 2012

Ultimamente tenho me sentido como Virginia Woolf no filme As horas...
Disse a uma amiga esses dias que acredito que a vida é triste, as pessoas buscam desesperadamente a felicidade sem se darem conta de que existem apenas momentos de felicidade, e não ela plena. Já me aceitei como ser com amplas possibilidades de mutação, mas não sei se terei como mudar essa opnião algum dia.



Hoje no metrô uma moça me pediu para trocar de lugar com ela, pois estava sentada longe da filha e a menina estava mal. Quando levantei e troquei de lugar, passei pela menina e vi que ela estava chorando. Ela chorava um choro silencioso, mas de grande sofrimento aparente. Ficou assim, chorando nos braços da mãe por toda a viagem.
Um bom tempo depois, quando já estava na rua a caminho do meu destino, vi um homem que segurava um bebê. Ele olhava para o bebê com um sorriso de canto de boca e perguntava: Você acha que a vida é feliz? Você já teve um momento feliz?

2 comentários:

Dayane disse...

Antes eu pensava que avida era triste tbm, Lídia, hj não sei. Tbm não acho que ela seja feliz. Parece que somos um desenho em preto e branco, sabe. Há pessoas mais brancas e pessoas mais negras. Eu spu uma pessoa negra, isso já aceitei. O branco em mim são só os pequenos detalhes. Talvez seja assim com vc tbm. O Lucas é mais branco que nos duas.

Amanda Lemos disse...

Muito interessante o Blog !

Embora tenha visto rapidamente, gostei bastante e te convido para conhecer, seguir... meu espaço:

http://www.bolgdoano.blogspot.com.br/

Muito Obrigada, desde já !